Raul Schmidt, Ex-Diretor da Fundição Tupy, faleceu aos 93 anos

No dia 9 de setembro de 2018 faleceu o empresário e engenheiro Raul Schmidt. Nascido em Joinville no ano de 1925, faleceu aos 93 anos. Começou aos 13 anos de idade a trabalhar na Fundição Tupy, onde trabalhou na empresa até se aposentar.  Foi presidente da Fundição Tupy e uns dos idealizadores da Escola Técnica Tupy.

Sobrinho de Albano Schmidt, fundador da Metalúrgica Tupy – fundada em 09 de março de 1938 – (empresa surgiu a partir de uma modesta oficina de consertos que começou a funcionar 41 anos antes, em 1897), Anos mais tarde o nome da empresa mudou para Fundição Tupy.  Recentemente a empresa fez 70 anos, sendo na maior fundição independente da América Latina, disputando, ainda, o pioneirismo e a liderança no mercado químico-plástico, a empresa – que faz parte de um grupo que fatura US$ 250 milhões por ano – investiu pesado em recursos humanos. Das 12,5 mil pessoas empregadas, 9 mil estão em Joinville. Esse total, somado às famílias, representa 10% da população da cidade, atualmente com 450 mil habitantes.

Ao lado do primo, Hans Dieter Schmidt (filho de Albano Schmidt, morreu em 1958),  Raul atuou na direção da empresa e ajudou a idealizar e criar a Escola Técnica Tupy, inaugurada em 1959.

Em entrevista à coluna Sala do Empresário nos anos 1980, Raul contou sobre o início da Escola Técnica.

— No primeiro ano, conseguimos formar só quatro alunos, no segundo, dois, e, no terceiro, 18. Quase chegamos ao desespero. Esses primeiros alunos foram aliciados do ginásio de Joinville, porque ninguém se interessava pela técnica. Tivemos de convencê-los — recordava ele.

Em 1984, após a morte de Hans Dieter Schmidt – primo – em um acidente aéreo, Raul assumiu a presidência do conglomerado Tupy. Com experiências na produção e na administração, ele ajudou a empresa a superar um momento de diversidade e estava à frente da presidência quando o grupo empresarial foi subdividido em dois grandes setores: metal-mecânico e químico-plástico.

Raul também tinha forte atuação na comunidade joinvilense. Foi presidente da Associação Empresarial de Joinville (Acij) de 1989 a 1991; um dos fundadores do Centro de Engenheiros de Joinville, atual Ceaj, em 1954; presidiu o Clube dos Radioamadores de Joinville e o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville.

O presidente da Tupy, Fernando de Rizzo, emitiu nota nesta tarde sobre o falecimento de Raul:

Para a Tupy, sua história é motivo de orgulho. Albano Schmidt, Hermann Metz e Arno Schwarz fundaram a empresa, mas a continuidade do negócio foi fruto do trabalho de equipes valorosas e do apoio de muitas pessoas, que não mediam esforços para ver a empresa crescer e se tornar o que é hoje. Entre eles, Raul Schmidt, que pode descansar com a certeza de deixar um legado que serve de referência e inspiração até hoje.

A família de Raul Schmidt não divulgou a causa da morte. Deixou esposa e três filhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s