Caminhada difícil para Itoupava Rega(Memórias Reais)

Memória e Poesia relatada da escritora: Marlene Hüskes.

Conheça também…

Caminhada Dificil para Itoupava Rega

Caminhada Dicifil. Figura 1.
Anita adoeceu. 
Era a filha primogênita.
O pai a trouxe à Blumenau, ao hospital.
Moravam na Itoupava Rega, nos anos da década de 1940.
Foi diagnosticada com difteria ...
tinha 3 anos e poucos meses.
Seus pais tinham outros filhos.
A mãe ficara em casa,
cuidando dos outros filhos, e do sítio.

O organismo de Anita..
lutava contra a doença que a consumia.
Um dia houve melhoras...
e o pai encheu seu coração de esperança.
Em vão...era a melhora...antes da morte.


Anita faleceu.

Igreja Itoupava Rega – Autoria: Elemer Kroeger
O pai pagou as contas do hospital...e o dinheiro acabou.
Como transmutar...essa dor...
em energia...
e fazer...
o que tinha que ser feito?
Precisavam voltar para casa...
e sepultar o pequeno corpo.
Não houve jeito...
No hospital...
envolveram seu corpinho de criança...num lençol branco.
E assim...
ele empreendeu sua caminhada...a pé...
do centro de Blumenau, até Itoupava Rega...
onde moravam.
Igreja Itoupava Rega – Autoria: Marlene Hüskes
A dor.... o cansaço... e a determinação...
foram suas companheiras de viagem.
Imaginem o longo trajeto...
e toda a caminhada de subida da
antiga serra do morro da Vila Itoupava,
carregando Anita nos braços...

Imagino que deve ter pedido algum copo de água...
descansado um pouco, à sombra de alguma árvore.

Igreja Itoupava Rega – Autoria: Marlene Hüskes
Anita foi sepultada no cemitério de Itoupava Rega, 
os pais moravam em frente à ele.
Depois de tempos ...
olhando o cemitério todo dia...
a mãe da menina pediu :
Vamos vender o sítio? e morar em outro lugar?

Mudaram-se para Pomerode...
longe das lembranças difíceis de Itoupava Rega...
e tiveram mais filhos lá.

E Anita?

penso que o espírito de Anita voou...
e imagino que borboletas acompanharam seu espírito...
até onde puderam...
Dali em diante...
foi conduzido só pelos anjos...
para a jornada final....

Nomes mudados, a pedido de famíliares, e detalhes mais denunciadores omitidos, sendo esta a razão de não ter eles aqui…… já que são algo típico de um texto meu.

Marlene Huskes

Fontes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s