Cavalheiros Templários

Os cavalheiros templários eram cavalheiros monges que sabiam ampunhar armas a favor da Igreja, lutando pela Terra Santa para libertar Jerusalém dos mulçumanos. Viviam em comunidade e oração, mas também tomavam parte de batalhas, algo proibido aos monges de outras ordens.

Os cristãos ocidentais haviam atendido o apelo do Imperador bizantino Aleixo I Comneno ao Papa Urbano II. O Imperador pedia aos cristãos deixarem as desavenças internas de lado para lutarem na Terra Santa e libertar Jerusalém dos muçulmanos.

Conheça também…

Votos Religiosos

Era uma organização militar muito seria, soldados de elite do seu tempo, e faziam votos religiosos, que antigamente isso era bem incomum naquele tempo. Durante a idade Média, você era considerado um assassino ou um homem de Deus. A ideía que guerreiros também podiam dedicar suas vidas para a religião foi revolucionária, ou seja se antes matar as pessoas era um pecado, que poderia te impedir de ir para o céu, agora era a Vontade de Deus.

Naquele tempo soldados francos, britânicos e germanos lutavam no campo de batalha. Eles buscavam terras para a Igreja e a salvação eterna, tal como qualquer pessoa na Idade Média.

Sua devovação fanática fez a sua tropa de elite dos exercitos dos Cruzados, assim chamando as Cruzadas. Uma guerra mundial na Idade Média travada pela entre os Reinos dos Cristãos e Mulçumanos para o domínio de Jerusalém, hoje conhecida como Iraque.

Fundação da Ordem dos Templários

No ano de 1119, foi fundado a Ordem dos Templários na cidade de Jerusalém com apenas 9 homens pobres que faziam a escolta armada aos peregrinos que iam até a cidade Sagrada de Jerusalém. Em menos de 20 anos passaram de 9 para 20 mil membros com uma organização tão grande, poderosa e rica veio do nada.

Segundo as lendas os cavalheiros se tornaram tão poderosos graças as famosas reliquias: Arca da Aliança e o Santo Graal. Os templários eram temidos por todos os paises por ser um exercito profissional.

Cruzadas

Grandes cruzadas foram realizadas pelos cavalheiros com objetivo de proteger Jerusalem ou dominar novamente.

Primeira cruzada (1096-1099)

Chamada de Cruzada dos Nobres chegou a conquistar Jerusalém, onde promoveram uma matança da população muçulmana. Organizaram na região vários reinos nos moldes feudais. No século XII, os turcos reconquistaram os reinos, inclusive Jerusalém.

Segunda cruzada (1147-1149)

Foi organizada por reis e imperadores, com o objetivo de retomar Jerusalém dos turcos, mas fracassaram no seu objetivo.

Terceira cruzada (1189-1192)

Foi chamada Cruzada dos Reis, devido à participação do monarca da Inglaterra (Ricardo Coração de Leão), da França (Filipe Augusto) e do Sacro Império Romano-Germânico(Frederico Barba Roxa).

Não atingiu seus objetivos militares, mas foram estabelecidos acordos diplomáticos com os turcos que permitiram as peregrinações

Quarta cruzada (1202-1204)

Foi chamada de Cruzada Comercial por ter sido liderada por comerciantes de Veneza. Desviada de Jerusalém, alvo religioso da investida, para Constantinopla, que acabou sendo saqueada

Quinta, sexta, sétima e oitava cruzadas (1218-1270)

Secundárias sob todos os aspectos, não tiveram sucesso.

Guerra de 1187

No ano de 1187 um grande catastrofe para os templários, onde perderam Jerusalém e se viram em uma luta para sobrevivência. A cidade de Santa foi conquista por um enorme exercito mulçumano e do Egito comandado pelo General Saladino. Com a perca da cidade Santa, os templários escaparam da aniquilação quase que total dos soldados. Através de técnicas avançadas de militar conseguiram fugir através do seu complexo Quartel General, que paredes de pedra com calcario duro.

Grande exercito liderado pelo Saladino, cercou o Grande Quartel dos Templários, pernoitando para que não pudesem sair para buscar água. Os cavalheiros já sofrendo de desitratação os mulçumanos e egipcios atacaram e invadiram o quartel, no momento que os cavalheiros estariam mais fracos, decapitando os 20 mil cavalheiros.

Dentro do quartel sobraram alguns cavalheiros que se reuniram, e através de tunéis, escavados a muitos anos, durante o dominio de Jerusalém, os templários fugiram para o Norte, através da caverna de Zedequias. Três niveis abaixo da cidade de Jerusalém, tem o tamanho de um transatlântico, a caverna é uma enrome cavidade subterrânea.

Castelo de Latrum

Castelo de Latrum – Israel

Latrun é um centro urbano montanhoso de grande importância estratégica, como fica no vale de Ayalon e domina a estrada que leva a Jerusalém . Ele está localizado a 15 quilômetros a oeste de Jerusalém e 14 km a sudeste de Ramla .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s