Yasuke- Primeiro Samurai Africano do Japão

Um guerreiro de origem africana mais concretamente de Moçambique que, de acordo com algumas fontes, se tornou um samurai no Japão, tendo servido ao daimyo Oda Nobunaga. O nome “Yasuke” foi-lhe concedido por Oda apesar do porquê e quando não ser claro. O seu nome original não está registado em nenhuma fonte e não é claro se Yasuke é um nome japonês com base no seu nome original ou se é um nome lhe concedido por Oda. Pouco se sabe sobre sua vida, e a principal fonte para a sua história no Japão foi escrita pelo missionário jesuíta Luís Fróis.

Ilustração mostra Yasuke, ao centro, ao lado do Daimiô

Conheça também…

Título de Samurai

O invejável e desejável título de samurai no Japão tradicional significava uma honraria para poucos japoneses dentro dos bushi. Normalmente o título era atribuído por hereditariedade e laços sanguíneos.

Porém, alguns estrangeiros como o britânico William Adams e o francês Jules Brunet conseguiram tal proeza e são famosos. Porém, já ouviu falar sobre Yasuke, o primeiro e único samurai africano do Japão? Por mais que própria história não contemple tanto esse personagem, sua importância histórica foi grande durante o final do século XVI.

Foto rada dos últimos samurais do Japão

Primeiros contatos com o mundo ocidental

Durante as grandes navegações, as expedições marítimas realizadas pelos países do mediterrâneo, especificamente da península Ibérica, o Japão recebeu visitantes portugueses.

Em sua maioria missionários jesuítas e mercadores chegaram durante o período Sengoku no ano de 1549. Eles levaram o cristianismo, produtos e tecnologias produzidas no continente europeu.

Já no ano de 1579, uma comitiva de missionários portugueses chegaram ao Japão. Junto com a tripulação havia um homem de pele preta, até então, desconhecido para os japoneses.

Durante o período Sengoku, muitos daimyos tinham um bom relacionamento com os europeus, especialmente por causa do comércio de materiais bélicos.Entre esses senhores feudais, ou senhores da guerra, um em especial tinha um grande apreço pela cultura européia, ninguém menos que o grande herói japonês Oda Nobunaga.Sua relação com os europeus era tão positiva que ele ajudou os jesuítas a construírem uma Igreja Católica em Kyoto.

Oda Nobunaga cruza o caminho de Yasuke

Porém, ao ver o homem de tez mais escura pediu uma audiência com ele para os visitantes portugueses. Naquela ocasião, o homem então escravizado, já tinha alguma noção de japonês e conseguiu ter um diálogo com o grande daimyo na medida do possível. Isso agradou e muito Oda Nobunaga.

As origens de Yasuke

Na verdade existem poucos registros históricos sobre a origem de Yasuke. Afinal, ele foi levado cativo de seu país natal e fora forçado a viver sob a condição de escravo. Apesar da falta de informações sobre Yasuke, acredita-se que ele tenha nascido entre 1555 e 1566 em Moçambique. Porém alguns historiadores apontam que seu país de origem fosse Angola ou Etiópia.

De qualquer forma, a suposição sobre o nome Yasuke leva a crer, que de fato, ele fosse moçambicano. Yasuke seria a versão japonesa de seu nome original: Makua.

A ascensão do escravo a nobreza nipônica

De acordo com a história, Yasuke era um homem de 1,82 metros de altura. Um padrão muito maior do que os japoneses daquela época que mediam aproximadamente 1,52 metros.

Além disso, sua força e condições físicas eram equivalente a de 10 homens e isso impressionou ainda mais Nobunaga. Porém o que deixou o lorde mais impressionado foi a cor da pele de Makua. Incrédulo e admirado, Nobunaga nunca tinha visto alguém com essa cor. Coisa comum naquela época, pois o Japão sempre foi hegemônico e por muito tempo fechado ao ocidente.

Essa mesma impressão acontecia com ruivos, loiros e pessoas de olhos claros também. Muitos japoneses passavam a vida sem ter visto pessoas com características diferentes das suas. A partir desse encontro o impensável aconteceu. Em pouco tempo esse misterioso homem passou a fazer parte da guarda pessoal de Oda Nobunaga.

Um estrangeiro com a mais alta honraria

Após servir como guarda pessoal do grande daimyo, Yasuke foi nomeado samurai no ano de 1581 e foi alocado no castelo de Azuchi. A jornada do moçambicano em terras nipônicas não deixam de impressionar. Após ser nomeado samurai, Oda Nobunaga convidou Yasuke para sua mesa de jantar.Um samurai ser convidado para a mesa de jantar de um daimyo era uma ocasião realmente rara, até mesmo para os samurais japoneses.

E as honrarias não pararam por aí, Yasuke também foi escolhido para ser o portador da espada de Oda Nobunaga.É realmente difícil explicar o que significava durante o período Sengoku ser o portador da espada do próprio daimyo. Não existia maior honraria para um bushi do que carregar a espada de seu mestre. Não há registros históricos de outros samurais que tenham conseguido tamanha honraria de um senhor feudal tão importante como Oda Nobunaga.

Uma curta carreira militar

Apesar da possibilidade de uma carreira militar promissora, uma traição que marcou a história japonesa destruiu esse futuro.

Traição mudou os rumos

Akechi Mitsuhide, general do daimyo Nobunaga, planejou e realizou um golpe contra seu mestre enquanto ele estava hospedado em um hotel em Kyoto. Consta a história que Yasuke lutou feroz e lealmente defendendo o castelo de seu mestre das forças traidoras e inimigas.Ao perceber que Mitsuhide venceria a batalha, Oda Nabunaga realizou o seppuku e manteve sua honra como samurai.

Após a morte de seu mestre, Yasuke voltou para o castelo de Azuchi para servir o filho de seu falecido senhor. Porém, o filho de Nobunaga também cometeu seppuku ao ser derrotado por Mitsuhide. Yasuke lutou novamente bravamente até o último momento. Ao perceber que a batalha estava perdida, ofereceu sua katana ao vencedor como de costume.Porém, como Yasuke não era japonês, sua vida foi poupada. Mitsuhide o desprezou por não ter visto valor nele e o tratou como um animal.

Depois da queda da família de seus senhores, ele desapareceu da história japonesa. Desde então, pouco se sabe do destino e da sorte do samurai Yasuke. Além disso, alguns historiadores acreditam que ele tenha voltado para os jesuítas que se alegraram ao ver seu antigo escravo com vida, mas não existem evidências concretas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s