Cariocas – Bicas d’ água em São Francisco do sul

A palavra Cariocas é a denominação indígena para as “Bicas d´Água” que abasteciam a antiga vila de São Francisco do Sul.

As Bicas d’ água era fonte primordial da vida e utilizada pelos índios guaranis e mais tarde pela população atual. Suas águas eram naturais, cristalinas e límpidas. Elas também guardam a história da cidade que através dos tempos, histórias e lendas.

Conheça também…

Bicas d’ Água em São Chico

Antigamente na Vila de São Francisco do Sul, existiam cinco cariocas, mas hoje apenas restam apenas três em funcionamento.

Largo da Carioca

Encontra-se no Largo da Carioca,(Praça de Largo da Carioca), que faz confluência comm as ruas Marechal Floriano Peixoto, General Osório e Benjamim Constant. Segundo os relatos de antigos moradores é remanescente do século XVII e ainda está em funcionamento com água limpa.

Largo da Carioca. Foto Tulinho Costa.

Saint Hilare, viajante que passou pela cidade em 1820, e também Almeida Coelho já mencionava a sua existência. Em 1829 a Carioca foi reformada ao custo de 52$000 arrecadados com o conselho administrativo daquela época.

Vista pelo encontro das três ruas.

Uma placa de mármore indica a data de reconstrução em 1884, realizado por Joaquim Caetano Miranda Évora. Anos mais tarde os bujões de madeira foram substituídos por torneiras.

Largo da Carioca. Detalhe dos pisos portugueses.

Estrela (demolida)

Antiga carioca que foi demolida no início do século XX, situava-se nas proximidades dos armazéns Hoepcke. Recebeu esse nome porque servia os antigos frades da época que habitavam na Capela São José, hoje Morro do Hospicio.

Antiga Capela São José, que os frades moravam.

Sinhá Nica (demolida)

Antiga carioca que foi demolida, situava-se ao lado do Campo de Manejo( área de exercícios militares), e mais tarde foi construído o colegio Felipe Schmidt. Recebeu esse nome por se encontrar perto de uma chácara, cuja a moradora leva esse nome.

Tinha sido construída no período colonial com pedra e cal em formato de piramide e pintada de branco. Segundo os relatos do antigo Dr. Luiz Gualberto no ano de 1900, tinha alta concentração de sais minerais a água que vertia.

Colegio Felipe Schmidt.

Itapoca

A carioca encontra-se na Rua Coronel Oliveira, logo após a ponte da Pedreira, em formato de gruta, construída com pedra e cal. Recebeu esse nome, segundo a tradição local crescia muita taquara no local.

Até hoje mantém sua construção original.

Carioca da Rua Marcílio Dias

A carioca encontra-se na Rua Marcílio Dias em estilo colonial e foi recuperada recentemente. Recebeu esse nome por causa da localidade da rua.

Carioca da Rua Marcílio Dias

Origem da Palavra – Guarani

A palavra CARIOCA vem através dos Guaranis, que quer dizer: CARY = BRANCO e OCA = CASA.

Antigamente, com a chegada de Estacio de Sá e Men de Sá(primeiros portugueses que chegaram ao Brasil, com objetivo de governar o Estado do Rio de Janeiro e 1º Juiz da comarca), as casas do litoral da praia eram pintadas da cor branca, facilitando os navegadores a vista onde poderiam aportar. Assim os índios chamavam as casas brancas de Cariocas.

Resultado de imagem para carioca guarani casa branca
Antiga Carioca centenária da Cidade de Laguna, representando sua construção de casa branca.

Lenda

Diz uma lenda local, que se um turista ou viagem beber dessas águas, irá retornar para São Francisco do Sul.

Igreja Matriz Nossa Senhora da Graça, ponto principal e turística da cidade.

Refêrencias

  • ARNHOLD, Denise Adriane Hansch, et al.São Francisco do Sul 500 Anos – Construções Históricas. São Francisco do Sul. Editora. S.A., 2004.
  • Pagina do facebook São Francisco do Sul e Suas Histórias.
Anúncios

1 Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s