Casamento pais de Anita Garibaldi

O casamento dos pais da heroína Anita Garibaldi(Ana Ribeiro de Jesus), Bento Ribeiro da Silva e Maria Antônia de Jesus, realizado na Nossa Senhora dos Prazeres de Lages (SC) a 13-06-1815.

Ali é possível ler que o contraente foi batizado em São José de Curitiba (sabe-se, São José dos Pinhais e depois detalhado com outros documentos como sendo no Amola Faca) e a contraente batizada na Villa de Laguna, Bispado do Rio de Janeiro. Aqui, o celebrante adotou a postura da época identificando o local de origem do casal de nubentes e não de seus pais. Por outro lado, sabe´se que Bentão era Tropeiro de longas distâncias e por aí dá para ver que ele andava muito. Saiu de Lages e teve filhos em Laguna (vide batismo da filha Felicidade).

No cadastro de Bento, em meu banco de dados, entre outras informações anotei: 0u nascido em Curitiba, PR; Tropeiro condutor de gado e lavrador. Tinha uma chácara denominada “Malafaca”, confrontando com o sítio de Úrsula Maria. Apelido Bentão. Depois de um tempo o casal transferiu residência para o Rincão dos Morrinhos, hoje situado no Município de Tubarão.

Atualmente é o Bairro Anita Garibaldi onde foi erguido um monumento em sua homenagem.

Em 1821, Tubarão era conhecida como Poço Grande como 5° Distrito de Laguna. Somente em 27-05-1870 é que desmembrou-se de Laguna. Como desapareceram livros e até páginas do livro correspondente ao períoro provável de nascimento da filha Anita, muitas dúvidas pairaram sobre o local de nascimento dela. Era comum “o padre ir atrás dos fiéis e não o contrário”. Ou seja, um determinado livro de assentos de batismos e casamentos, por exemplo, poderia ser de Laguna, mas o local do evento ou cerimônia poderia ser em Imbituba ou Tubarão no local da residência da família. Pouquíssimos documentos encontrados para a construção do Memorial Açoriano confirmaram de que uma determinada família se deslocasse por quilômetros só para batizar um filho…

Nos assentos de casamento era comum o Padre indicar a FREGUESIA DE ORIGEM DOS NOIVOS e não propriamente o local correto de nascimento de ambos. No casamento da filha Anita com Giuseppe Garibaldi, no Uruguai consta que ela era “de Laguna”. Ora, todas as localidades e quarteirões, distritos ou capelas da região eram subordinadas à Igreja de Laguna e todas elas eram denominadas “freguesia de Laguna”. É certo isto por diversos documentos consultados como os próprios livros de batismos, casamentos e óbitos como os de crisma, rol de confessados e até mesmo das listas de proprietários. Teria casado novamente em Taquari, RS.

Quando do casamento da filha Ana já era falecido. Também aqui existem vestígios de que muitos homens, da época, “fugiam” para outra região não mais voltando e eram considerados “falecidos”. Nesta obra existem vários exemplos. Mais um exemplo é o nascimento da neta Cândida (filha de Francisco Bento), nascida a 01-03-1842 em Tubarão, e no assentamento consta que Bento é de São Paulo. Na época, o Paraná pertencia a São Paulo.No assentamento de casamento consta que o contraente (Bento) foi batizado em São José de Curitiba e a contraente (Maria Antônia), na Villa de Laguna”.

Nascimento e casamento irmã de Anita

Anita, tinha uma irmão mais velha, chamada de Felicidade. Anexo a certidão de nascimento e casamento.

Nascimento de Felicidade em 01/11/1816
Casamento de Felicidade 11/05/1831 com apenas 15 anos

Fontes

  • Texto de Luís Antonio Alves.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s