Dr. Antônio Roberto Nascimento (Falecimento)

Nascido no estado de São Paulo em 04/06/1945, teve como profissão Advogado, exercendo a profissão até seu falecimento. Porém, foi como genealogista que se destacou como pesquisador de inúmeras famílias luso-portuguesas, francesas, alemas que residiam nas cidades de Itajaí, Joinville, São Francisco do Sul e redondezas da região norte de Santa Catarina. Apoiador e participante ativo do SC_GEN, um grupo pioneiro no Yahoo Grupos de Genealogia Catarinense, sempre que podia ajudava os demais a buscar “fio da história”.

A imagem pode conter: 1 pessoa
Antonio Roberto Nascimento quando jovem.
Anúncios

Conheça também…

Foram diversos rascunhos elaboradas das genealogias das mais antigas famílias de São Francisco do Sul, como:

  • Gomes de Oliveira
  • Oliveira Cercal
  • Fernandes Dias
  • Miranda Coutinho
  • Cunha Maciel
  • Machado e muitas outras.

Suas pesquisas resultaram em vários artigos publicos principalmente no Blumenau em Cadernos e pela internet.

Uma grande pesquisa genealógica gerou o livro Os Carvalhos Buenos em 2004, que conta a extensa genealogia de João Mathias de Carvalho Bueno e Isabel Fernandes da Rocha. A numerosa descedência do casal em sua maior parte ocuparam terras do Paraná e Santa Catarina.

Faleceu no dia 07/06/2020 aos 75 anos por problemas cardiacos e deixa um grande legado de pesquisas genealógicas ao Estado de Santa Catarina.

Prefácio retirado do livro Os Carvalho Bueno

Assim, apenas os pesquisadores dotados de muita determinação, paciência e boa dose de argúcia conseguem levar a bom termo seu trabalho, em razão pela qual devemos apaludir a iniciativa de Dr. Antonio Roberto Nascimento, que, com o apoio e colaboração de Joaquim Bravo Caldeira, traz ao público “Os Carvalhos Buenos”, obra de fôlego que vem enriquecida com muitas citações e transições, especialmente de interessantíssimos subsídios fornecidos pelo Prof. Ricardo Costa de Oliveira.

Maria Celina Exner Godoy Isoldi

Trabalhos

  • A questão judicial no Contestado, (in A Notícia, 1995);
  • Escravos francisquenses (ibidem, 1977) ;
  • O primeiro cirurgião de São Francisco do Sul (in Revista do IHGSC, 3ª série, n.7, 1986-1987);
  • Gente de São Francisco do Sul ;
  • O último Capitão-Mór de São Francisco do Sul. (1986);
  • Blumenau em cadernos. T. XXVII. N. 12;
  • GUSTAVE LUIZ LEBON(link)
  • Os Franceses em Santa Catarina(link)

Livros

  • Os Carvalhos Buenos. Pesquisa Genealógica. Antonio Roberto Nascimento. Gráfica Nossa Senhora Aparecida. Guaxupé/MG. 2004.
A imagem pode conter: 1 pessoa, óculos e close-up
Antonio Roberto Nascimento

Legado (in-Memorian)

Muitos genealogistas quando começam a pesquisar a história dos seus antepassados, ficam fascinados com os acontecimentos e as memórias narradas pelos familiares sobre “aqueles tempos”. Após “cavocar” inúmeros registros, nascimento, casamento e óbitos em igrejas e cartórios a pesquisa avança para conversas familiares tentando descobrir o impossível do passado, com memorias que possivelmente não serão tão claras durante o diálogo e surgiram ainda mais dúvidas.

São esses seres de luz, como Dr. Antonio Roberto Nascimento, mostra que um trabalho de genealogista vai além de pesquisas histórias e montar galhos em suas árvores genealógicas. É um trabalho muito mais profundo e intenso. Conhecer o passado é reviver de uma calorosa os acontecimentos e estudar os motivos que levaram o resultado, de uma forma política, religiosa, cultural, em um espaço de tempo para entender o tamanho da dimensão do contexto, desde o começo de trajetória, percurso até seu fim, para que tenhamos o consagramento da história que será apenas contada e lembrada por muitos, mas entendê-la será somente missão do tradutor chamado Genealogista.

Quando você assume que é genealogista e deseja passar por tudo isso, buscamos pessoas com mais experiência para entender sua luta e como fez para chegar lá, para tirarmos como exemplo de sabedoria. Dr. Antonio Nascimento além de sempre apoiar a todos que estavam em sua volta, deixava rastros… rascunhos que pegamos com toda a atenção e cuidado para seguir a partir deste ponto, porque é confiável seguir por esse caminho uma vez que ele tinha aberto a trilha na mata virgem e avisando no decorrer da viagem, o que encontrariamos.

Antonio Roberto Nascimento, eu (Fernando Hinsching), agradeço a todos ensinamentos, dicas e rascunhos deixados, e digo que não serão em vão e continuraram a ajudar muito mais que possa imaginar. A família enlutada deixo meus pesames.


Memórias Postumas

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz "Antônio Roberto Nascimento Nascimento 6 de novembro de 2018 Vou morrer talvez levar comigo tudo o que pesquisei e estudei de Itajai para Norte. Lamento, quase ninguém liga para História. Não é pesquisa genealógica, como pensam alguns, adentrei muito em aspectos religiosos., sociais, militares, históricos propriamente ditos, escravismo, geográficos etc. Até temas catarinenses de modo geral. Sou muito grato ao Prof. RCO que fez minhas pesquisas estudos deslancharem. Outra pleiade amigos também me ajudaram muito, mas, como já dito, parece que ninguém se interessa por História."
Retirado de sua página pessoal do facebook em 08/12/2018.

Em nossa cultura, nunca foi fácil para nós, humanos, aceitar que a vida de todo ser vivo é finita. Ante a perda iminente de nossos entes queridos, não sabemos lidar com nossos sentimentos… Depois da triste notícia recebida, passamos da incredulidade à negação, da angústia à tristeza, da esperança à desesperança, dia após dia, até que cheguemos à aceitação da morte inevitável…

Estamos nesse frágil e doloroso momento. A vida de meu querido irmão, o advogado, historiador e professor ANTÔNIO ROBERTO NASCIMENTO, vai se esvaindo numa UTI, como a neblina das manhãs de inverno com a chegada lenta da luminosidade solar a penetrar a obscuridade… Depois de sofrer um infarto extenso do miocárdio, no dia 16 passado, foi hospitalizado, entubado e todos os demais procedimentos em tempo. Com o passar dos dias, procederam a um cateterismo que foi apenas diagnóstico – não pode ser terapêutico – tal a gravidade da lesão. Então, constatou-se que ele não tinha condições de fazer cirurgia cardíaca nem torácica.

Amor de família é inexplicável e isso inclui os amigos. Peço, então, aos familiares e amigos que puderem: enviem a ele pensamentos luminosos e orações. Ficamos gratos e pedimos ao Altíssimo Deus que lhes dê em graças o que fizerem por nosso irmão.

Maria Lucia Nascimento Capozzi (irmã)

Apoioador em pesquisas

Antônio Roberto Nascimento com Telmo José Tomio. Doutores genealogistas no Estado de Santa Catarina.
  • A “Nobreza da Terra” nas vilas de Paranaguá, Curitiba e São Francisco do Sul, Autor Ricardo Costa de Oliveira

2 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s