Araquari (SC)- História

Avaliação: 5 de 5.

A primeira denominação do local foi Paranaguá-Mirim, que significa “boca de barra”, dada por Manoel Vieira. Em 1848 chegava às terras do atual Município de Araquari, Joaquim da Rocha Coutinho, já encontrado estabelecido, à margem do rio Parati, Manoel Vieira.

Tendo decedido fundar uma vila, não chegaram a um acordo quanto ao lugar, resolvendo o Juízo da Comarca de São Francisco em favor de Rocha Coutinho, que mandou construir uma fileira de casas junto do Rio, cercando pastagens e planalto. Em 1876, foi criado o Município, instalado no ano seguinte, suprimido em 1923 e dois anos depois restaurado. Em 1943 adquiriu o topônimo de Araquari.

Conheça também…

Dados históricos

Localiza-se na microregião de base açoriana do norte de Santa Catarina, área da baia da Babitonga, na planície formada pelos rios Parati e Itapocu. A área geográfica do município é de 377,6km², tendo como limites: ao norte Joinville e São Francisco do Sul; ao sul Guaramirim, São João do Itapocorói, Barra Velha; ao Oeste Joinville e Guaramirim e ao leste Balneário Barra do Sul. A sede do município está a distância de 10 quilômetros da BR 101 nas margens da rodovia SC 280, que conduz ao porto de São Francisco do Sul.

A imagem pode conter: céu, atividades ao ar livre, natureza e água
BALNEÁRIO BARRA DO SUL – Na foto de 1952 Barra do Sul ainda era distrito de Araquari, e a emancipação foi conquistada em 1° de Janeiro de 1992. Foto postada no jornal “AN Memória” em 07/06/14

O nome atual Araquari, dado em 1943, na língua tupi-guarani significa ‘Rio de Refúgio dos Pássaros.”

Origem Nome

O nome foi dado em função do canal que serve de divisa entre os municípios de Araquari e São Francisco do Sul, onde em seus banhados habitavam expressiva quantidade de aves aquáticas como biguás, garças, socós, gaivotas e outros tipicamente terrestres como a araquã.

Araquari teve três outros nomes antes do atual.

O primeiro, foi Paranaguá-Mirim, denominação original indígena. O segundo foi Senhor Bom Jesus do Parati, denominado quando a criação da paróquia/freguesia em 1854. Por fim, simplesmente Parati, quando da criação da vila (município) em 3/4/1880, tendo permanecido tal denominação oficial até 1943, embora muitas pessoas de idade ainda chamem a comunidade de Parati.

Primeiras terras povoadas

Acredita-se que a primeira área do município a ser povoada no início do século XIX foram as margens dos rios Parati e Cubatão, onde junto à sede do município, ainda hoje, existem ruínas de casarios antigos, próximos do local onde outrora funcionava o porto.

Família Oliveira Cercal

No livro n° 1 de doação de sesmarias (1753-1806) do governo da capitania de Santa Catarina, encontramos a doação de “150 braças de terras a Manoel de Oliveira Cercal, no dia 30 de abril de 1806, no rio do Parati”.

Portanto, provavelmente é o primeiro morador da região de Araquari a se estabelecer com propriedade que se tem registro documental.

Outros moradores requereram terras nos anos seguintes na região, considerando os nomes antigos dados à comunidade.

Foto: Prefeitura Municipal de Araquari/Divulgação

Família Miranda

Confirmando a denominação de Paranaguá-Mirim, no início do século XIX, tem-se no “ano de 1807, no dia 23 de julho, a doação de terras, no total de 150 braças, de frente a José Antonio de Miranda no rio Paranaguá, no termo da vila de São Francisco.”

Inauguração Ponte Canal do Linguado – passagem de trem: Acervo de Trim Revista

Novas famílias

Em 23 de junho de 1808 ocorre nova doação de terras junto ao rio Parati, desta feita, 200 braças de terras de frente, doadas a Sebastião Budal.

Antigamente na cidade de Araquari – Acervo de Trim Revista

Em 6 de outubro de 1813 ocorreu a doação de uma grande área de terra de frente para o rio Cubatão, totalizando 1.500 braças e foi dada a Salvador Dias do Rosário. Estes dados indicam que as atuais terras do município de Araquari já estavam sendo ocupadas de forma sistemática no início do século XIX.

Estação de Araquari, em 2000. Foto Nivaldo Klein

Moradores ao redores

Seus fundadores foram luso-brasileiros que moravam em São Francisco do Sul, interessados em explorar os recursos naturais existentes. Posteriormente desenvolvendo atividades comerciais com a Colônia alemã Dona Francisca, de Joinville, face já possuir atividades econômicas estabilizadas em torno da agricultura, coleta e pesca, impulsionaram seu desenvolvimento, atraindo inclusive parte destes colonos para seu território. o arraial de Parati pertencia à então vila Nossa Senhora das Graças do Rio São Francisco, quando foi elevada à categoria de freguesia (distrito) pela Lei Provincial n° 375, de 8 de junho de 1854, assinada pelo presidente de província, com o nome de freguesia de Senhor Bom Jesus do Paraty, com limites identificados na lei de sua criação.

Araquari
Foto: Prefeitura Municipal de Araquari/Divulgação

Santuário Senhor Bom Jesus

Inicialmente o nome foi Senhor Bom Jesus do Parati, denominado quando a criação da paróquia/freguesia em 20 de agosto de 1853. Anos mais tarde ficou simplesmente Parati, quando houve a criação da vila (município) em 3/4/1880. Em 1943 foi alterado o nome para Araquari, embora muitas pessoas de idade ainda chamem a comunidade de Parati.

Para conhecer mais (click aqui)

Construção do Santuário Bom Senhor Jesus. Acervo de Trim Revista.

Padroeiro da Cidade

A devoção ao Senhor Bom Jesus de Araquari, com mais de 150 anos de história, atrai milhares de fiéis ao Santuário no dia 06 de agosto e também nas noites da novena.

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé, multidão e atividades ao ar livre
A Procissão do Senhor Bom Jesus de Araquari, é considerada a maior festividade religiosa da localidade. Acervo de Valério dos Passos Ano 1960

A procissão do dia 06 de agosto impressiona e emociona a todos pela grande manifestação de fé e louvor ao Senhor Bom Jesus. São várias as manifestações que se mostram na sala de milagres, nas crianças vestidas de anjos, de pessoas com velas com o seu tamanho e outras com a capa do Bom Jesus pagando promessas e agradecendo por graças alcançadas.

Formação Administrativa

  • Freguesia criada com a denominação de Parati, pela lei provincial nº 375, de 08-06- 1854, subordinado ao município de São Francisco.
  • Elevado à categoria de vila com a denominação de Parati, pela lei provincial nº 797, de 05-04-1876, desmembrado de São Francisco. Sede na vila de Parati. Constituído de 2 distritos: Parati e Barra Velha, desmembrado de São Francisco. Instalado em 15-01-1877.
  • Por lei provincial nº 959, de 14-11-1882, é criada a freguesia de Itapocú e anexado a vila de Parati.
  • Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituída de 3 distritos: Parati, Barra Velha e Itapocú.
  • Pela lei estadual nº 1451, de 30-08-1923, a vila de Parati foi suprimida, sendo seu distrito anexado ao município de São Francisco, Joinvile e Blumenau.
  • Pela lei nº 1512, de 30-10-1925, o município é restaurado, desmembrado dos municípios de São Francisco, Joinvile e Blumenau. Constituído de 3 distritos: Parati, Barra Velha e Itapocú. Reinstalado em 01-01-1926.
  • Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 3 distritos: Parati, Barra Velha e Itapocú.
  • Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.
  • Pelo decreto-lei estadual nº 941, de 31-12-1943, o município de Parati passou a denominar-se Araquari.
  • Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município já denominado Araquari é constituído de 3 distritos: Araquari, Barra Velha e Itapocú.
  • Pela lei estadual nº 271, de 03-12-1956, desmembra do município de Araquari o distrito de Barra Velha. Elevado à categoria de município.
  • Pelo acordão do supremo tribunal federal, o município foi extinto, voltando a categoria de distrito e a pertencer ao município de Sào Francisco.
  • Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído de 3 distritos: Araquari, Barra Velha e Itapocú.
  • Pela lei estadual nº 778, de 07-12-1961, desmembra do município de Araquari, o distrito de Barra Velha. Elevado à categoria de município.
  • Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Araquari e Itapocu.
  • Pela lei municipal nº 600, de 22-12-1981, é criado o distrito de Barra do Sul, homologado pela lei estadual nº 6061, de 13-05-1982, desmembrado do distrito sede de Araquari e do distrito de Itapocú e anexado ao município de Araquari.
  • Em divisão territorial datada de 1-VII-1983 (suplemento), o município é constituído de 3 distritos: Araquari, Barra do Sul e Itapocú.
  • Pela lei estadual nº 8521, de 09-01-1992, desmembra do município de Araquari o distrito de Balneário Barra do Sul ex-Barra do Sul. Elevado à categoria de município.
  • Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município é constituído de 2 distritos: Araquari e Itapocú.
  • Assim permanecendo em divisão territorial datada de 14-V-2001

Fonte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s