Famílias Alemães

Desde o Descobrimento do Brasil, em 1500 pelo Pedro Álvares Cabral começou o grande fluxo migratório e espanhoisfranceses, portugueses, japoneses e principalmente alemães para o Sul do Brasil.

Conheça Também….

 História da Imigração Alemã

No início do ano de 1800, a Europa viveu grandes transformações pela Revolução Francesa comandada por Napoleão Bonaparte e o o Sul Alemanha e França travavam muitos conflitos de posses de terras. Acontece também um desiquilíbrio ecológico, grandes reservas ambientais ao longo do Rio Mosel, que cobriam as Cordilheiras do Hunsrück, da Eifel e do Palatinado foram destruídos e toda região sofreu com enchentes e sendo tudo destruído ao lado da margem, prejudicando as colheitas que ficavam cada vez menores com o passar dos anos, piorando a vida dos agricultores.

Naquele tempo pudessem apenas ficar com o filho primogênito do casal alemão, sendo assim os outros filhos precisavam adquirir com muito esforço seu pedaço de terra.

Durante esse período a batata, principal alimento dos alemães, adquiriu um fungo fazendo que o tubérculo não se desenvolvia na terra, ficando escasso o alimento a partir da terra. (Por esse motivo, até hoje os alemães ganharam o apelido de “alemão batata”).

Primeiros Alemães que chegaram ao Brasil

Brasil começou a receber os emigrantes a partir de 1823/24 para a região do Rio Grande do Sul para cidade de São Leopoldo. Em Santa Catarina recebeu os primeiros emigrantes em 1828 na cidade de São Pedro de Alcântara.

“A palavra “Colonização” tem como significado povoamento de uma região, e deriva do termo “colono”. Ser descendente de colonos significa, portanto, pertencer a uma família que colaborou com o povoamento e a colonização do Brasil.” .

FIORI, Neide Almeida, LUNARDI, Ivone Regina. Pag.167

Dia do Colono

Colono no campo.

Todo dia 25 de julho é comemorado o Dia do Colono, data escolhida pelo fato que foi fundada a A Colônia de São Leopoldo (atual cidade de São Leopoldo/RS), considerado o primeiro núcleo de imigração estrangeira no Brasil.

Negócio Rentável

“O Brasil era imaginado como um paraíso, onde haveria ouro como areia, as batatas seriam do tamanho de uma cabeça, o café cresceria em todas as arvores e verde seria ótimo.”

Süssekind, p 22
Navio utilizados nas viagens de imigração alemã para Brasil.

Com a morte de Dona Leopoldina em 1826 e a saída de D. Pedro I do Brasil em 1831, a imigração passa a ficar atrelada a empresas privadas que transformam a situação em um negócio rentável.

Companhias colonizadoras, ligadas a companhias de navegação [a venda de passagens aos imigrantes é um excelente negócio] oferecem terras em condições atraentes, as vezes vendendo gato por lebre. Há também idealistas que, inspirados em visões utópicas, procuram fundar colônias modelares[…] .

MEDINA & TELES, 1997, p. 90

Origens das Cidades Alemães -Santa Catarina

A partir do ano de 1850, a Alemanha viva um período muito revolucionário, e os alemães decidem vir ao Brasil para uma vida melhor. Com o apoio da Colonizadora de Hamburg, promovia a venda de pequenos lotes de terra, mais especificamente na cidade de Blumenau/SC com melhores condições de vida, uma vez que a Europa estava em crise e passando por muita dificuldade. No ano seguinte 1851 – chega o primeiro lote de imigrantes à Joinville/SC.

Sobrenomes mais comuns

A origem dos sobrenomes podem ter o significado da “Localidade/ Região da Alemanha”, nomes de pessoas ou linhagens nobres ou profissões.

  • Schäfer – pastor
  • Koch – cozinheiro
  • Bauer – camponês
  • Richter – juiz
  • Schuster – sapateiro podemos encontrar também Schuhmacher/Schubert/Sauter
  • Klein – pequeno
  • Braun – moreno
  • Jung – jovem
  • Werner – nome do pai
  • Herrmann – nome do pai

Lista de Famílias Alemães

Famílias Alemães pesquisas até o momento são da cidade de Joinville e regiões de Santa Catarina.

Anúncios