Arquipelago de Ilhas – Baia Babitonga

Babitonga é a maior baía navegável do estado de Santa Catarina. Estendendo-se no sentido Leste / Oeste, é abrigada do vento Sul, tornando suas águas democráticas; pode-se navegar pela baía em potentes lanchas, em silenciosos veleiros e em pequenas canoas. O porto e o centro da cidade, com seu casario histórico, ficam logo na entrada, depois de ultrapassada a barra. Ao fundo da baía depois de passar por 24 ilhas, chega-se à Lagoa de Saguaçu e ao Rio Cachoeira, caminho percorrido pelos imigrantes que fundaram Joinville. (Fonte: Prefeitura de São Frco do Sul/SC)

Conheça também….

Baia da Babitonga. Foto Francisca Andrade.

Ilha é definida como uma área do relevo que se encontra cercada de água por todos os seus lados, conforme mostra nosso dicionário do wikipedia. Obviamente, como a maior parte da superfície terrestre é formada por água e, portanto, tudo está cercado por ela.

História

Baía da Babitonga é uma baía do litoral brasileiro. Esta baía está situada na foz do rio Palmital, junto a duas importantes cidades: Joinville e a ilha de São Francisco do Sul.

Foto mapa Baia Babitonga.

Baía da Babitonga (que em língua indígena quer dizer morcego).

A baía da Babitonga já era habitada há mais de 3.000 anos por caçadores e coletores sambaquianos, os homens do sambaqui. No século XV e XVI se registra a ocupação da baía por grupos tupi-guarani, denominados carijós, que há algumas centenas de anos antes se sobrepuseram culturalmente àqueles grupamentos sambaquianos ancestrais. Os carijós por sua vez não resistiram à dominação européea com o início da ocupação portuguesa do litoral sul do Brasil. Sucumbiram pela escravização, guerras, por doenças e mesmo pela acultuação, desaparecendo como cultura autóctone antes do século XVII.

Na margem norte da baía está a localidade de Saí (antigamente “Sahí”) que em 1842 foi palco de uma experiências sociais pioneiras no mundo – o Falanstério do Sahí – organizado pelo Dr. Benoit Jules Mure que se baseava nas doutrinas de Charles Fourier e que contava com colonizadores franceses.

Às margens da baía, principalmente a norte, existem resquicios importantes da mata atlântica. A natureza exuberante faz desta região um reduto muito apreciado pelos turistas. Uma balsa faz a ligação da cidade de Joinville com a margem norte. Uma das localidade da margem norte é a Vila da Glória. Existem outras localidades às margens da baía.

Arquipelago de Ilhas

O arquipelalo é formado por 24 ilhas que fazem parte da Baia da Babitonga. Estão entre elas:

  • Ilha Alvarenga
  • Ilha dos Araújos de Dentro
  • Ilha dos Araújos de Fora
  • Ilha dos Araújos do Meio
  • Ilha do Baiacu
  • Ilha do Chico Pedro
  • Ilha das Claras
  • Ilha do Corisco
  • Ilha do Ferreira
  • Ilha das Flores
  • Ilha Grande
  • Ilha Guaraqueçaba
  • Ilha Itaguaçu
  • Ilha dos Herdeiros
  • Ilha Mandijituba
  • Ilha do Maracujá
  • Ilha do Mel
  • Ilha da Murta
  • Ilha dos Negros
  • Ilha do Pernambuco
  • Ilha Queimadas
  • lha do Quiriri
  • Ilha Redonda
  • Ilha da Rita

Fotos – ilhas da Baia da Babitonga

Fonte

Anúncios

2 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s