170 anos – morte de Anita Guaribaldi

No dia 4 de agosto de 1849, morria Anita Garibaldi aos 27 anos de idade. Anita Garibaldi (1821-1849) foi a “Heroína dos Dois Mundos”. Recebeu esse título por ter participado no Brasil e na Itália, ao lado de seu marido Giuseppe Garibaldi, de diversas batalhas. Lutou na Revolução Farroupilha (Guerra dos Farrapos), na Batalha dos Curitibanos e na Batalha de Gianicolo, na Itália

Conheça também….

” Peguei-lhe o pulso, mais não batia. Eu estava na frente do corpo da pessoa que eu tanto amava. Chorei amargamente a perda de minha querida Anita. , à boa gente que me rodeavam de dar enterro a esse corpo e me-pedido pela mesma gente de casa que eu compromettevo ficando mais tempo “.

Giuseppe Garibaldi
Anita Garibaldi e seu marido Giuseppe Garibaldi

Texto de Emiliano D.

Ela tinha apenas 27 anos Ana Maria de Jesus Ribeiro da Silva, melhor conhecida como Anita, quando expirou entre os pântanos da romagna para a ressaca de uma malária enquanto, juntamente com seu marido Giuseppe Garibaldi, tentava escapar aos soldados austríacos e papalini depois A queda da República Romana. Tinham sido alojados em locais mandriole na fazenda de contas guccioli mantida pelos fatores ravaglia justo o tempo para que a mulher se dia. Caçado pelo inimigo Garibaldi orou os ravaglia para enterrar a Anita, depois continuou a sua fuga.

Anita com roupas masculinas.

Mas os ravaglia, por medo de represálias por ajudar o herói dos dois mundos, enterraram aproximadamente o corpo da mulher em um campo perto. Alguns dias depois de uma menina do local, perto da fazenda guiccioli, tropeçou em algo que depois se descobriu ser uma mão que se de uma camada de areia. As autoridades competentes, depois do desenterrar do corpo, concluíram que se tratava do que já foi martirizado por Anita Garibaldi.

Anita sendo carregada pelo Guaribaldi, ferida em combate.

O corpo da mulher foi enterrado no cemitério de mandriole, para depois ser repercutido dentro da igreja. Passaram dez anos quando Garibaldi, com os filhos menotti e teresita, mudaram os restos mortais da Anita no cemitério de Nice. Em 1931, o corpo da mulher foi movido, por vontade do governo italiano, no gianicolo, em Roma. Ao lado disso foi erguido em seu nome também um monumento que a representa a cavalo com o filho no colo.

Rosto de Anita.

Referências

  1. ↑ Ir para:a b c d e f g h i j k l Giuliani, Isidoro (2001). Anita Garibaldi. vita e morte (em italiano) 1 ed. Mandriole: Parrocchia di Mandriole – Ravenna. 96 páginas
  2. ↑ Ir para:a b c d e f «Anita Garibaldi»Enciclopédia Mirador Internacional. UOL – Educação. Consultado em 30 de agosto de 2012
  3. ↑ Ir para:a b c d DUMAS, pai, Alexandre (2000). «33». Memórias de Garibaldi. 24/01/2012 1 ed. Porto Alegre: L&PM. 354 páginas. ISBN 85-254-1071-3
  4.  SCIROCCO, Alfonso. Garibaldi. Battaglie, amori, ideali di un cittadino del mondo, Editori Laterza, 2009. ISBN 978-88-420-8408-2. (em italiano)
  5.  Scirocco, p. 122.
  6.  «BRASIL. Lei 12.615 de 30 de abril de 2012». Consultado em 13 de maio de 2012
  7.  A Casa das Sete Mulheres, Memória Globo, Globo.com.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s